sábado, 25 de dezembro de 2010

Viajar

O trecho era São Paulo-Salvador, de ônibus
cerca de 35 horas de viagem
a uma velocidade média de 80 km/h

Dentre muitas coisas,
lá pelo meio da viagem, pensei:
se demora tanto pra chegar, quanto demorou para construir?

A quantos km/h operavam os trabalhadores?
Quantos trabalhadores por metro quadrado?
Quantos mililitros de suor por segundo?
Quantos acidentes por dia?
Quantas mortes por mês?

Dentre tantos pensamentos, em trinta e cinco horas de uma cansativa viagem, esses foram os mais lúcidos.

2 comentários:

  1. Tal seu pensamento racional sobre o trabalho dos trabalhadores, será que os trabalhadores presentes na mesma viagem refletem sobre a sua própria importância na sociedade capitalista? 35 horas, viagem, mais de 3500 horas de trabalho para que o ônibus passasse por ali...

    ResponderExcluir
  2. Os trabalhadores, Sam, ainda não perderam a paciência...

    ResponderExcluir