segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Acordar (por Tristônio)


Acordei vendo a cor do céu,
fiz um acordo com o céu (que estava nublado),
um acordo que envolve a corda,
enquanto vejo o céu

Acordo de novo (todo suado)
Era outro sonho
sonho por cima de sonho,
mas ainda sinto a corda no pescoço

Enquanto a água do chuveiro cai,
olho para o cano
e ele parece resistente
... para a corda

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Mudança ou "sobre o processo de mudar-se (mudação)"

Toda muda carece de cuidados muito próprios
Há aquelas que crescem melhor em estufas, outras ao ar livre, outras em um solo especialmente preparado
Seja esta ou aquela muda, a própria muda muda

Mudar é crescer
E mudança, então, é aquele processo pelo qual a muda muda
e, por isso, apesar de mudar, já não é mais muda, embora ainda mude, embora sempre mude

A sina da muda é mudar,
mudar até deixar de ser muda, morrer como muda
e ganhar outra existência como muda-que-não-é-muda

“Tudo o que existe merece perecer”, disse o grande filósofo alemão
Mas mesmo as mudas?
Sim, mesmo as mudas.