sábado, 24 de setembro de 2011

Um método (por Tristônio, quando este se viu à beira de uma crise)



Quando um pensamento não encontrar resolução
Que ele seja quase obsessivo e ao mesmo tempo de difícil simbolização,
faça um experimento

Esterilize um objeto cortante (um estilete é o mais indicado)
lave o seu antebraço
Com cuidado faça um corte
Nesta hora você verá a pele se abrir com uma roupa de zíper
O corte não pode ser muito raso
Eu sei que isso é pouco preciso (não muito raso), mas você só terá a intuição a te guiar nesta hora
E você deve tomar cuidado para não atingir a veia,
Afinal, você não quer morrer, mas apenas resolver um pensamento

Seu braço deve estar sangrando
E esta é a hora em que, vendo o sangue correr, você deve começar a confrontar as suas ideias
Você terá pouco tempo, e nisto reside a eficácia deste método

Se os pensamentos não se resolverem a tempo de você sanar o corte,
não se preocupe,
eles já estarão resolvidos...