quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Dois

Eles decidiram não fazer os acordos incumpríveis; seu único acordo era não fazê-los.
Eles resolveram viver um amor possível, e isso, acreditam, já é muito.
Eles sofrem tanto quanto aqueles das promessas incumpríveis e dos amores efetivamente impossíveis.
Eles apenas descobriram que a mentira não é um mal necessário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário