segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Tipo um Blues


Era um Blues
Um Blues inacabado
O solo de guitarra, parado
Nem prato, nem bumbo

Era um Blues no "mei" do mundo
Com um encontro descabido
de três estranhos conhecidos
Era o fim da balada

Era um blues no "mei" do nada
O cantor emudeceu
A perna dela estremeceu
E eles fizeram um silêncio ártico

Terminam o Blues, monossilábicos
Um Blues de 11 compassos
Desarmônico, sem cadência, com fracassos
Era um Blues inacabado




segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Para os dias que virão


Após a revolução e a emancipação das mulheres
Um homem de meia idade se queixava: - Perdemos os privilégios, agora elas nos tratam como um objeto, nos deixam a qualquer tempo, não cuidam de nós.
Após a revolução e a emancipação das mulheres
Uma mulher, jovem, adolescente, explicava: - Ganharam o direito de serem amados de verdade.

sábado, 21 de setembro de 2013


Tempo,
Primavera, verão, outono, inverno
Len-ta-men-te

Tempo,
Dia, tarde, noite, meio-dia
Ainda vagaroso

Tempo
Relógio de ponteiros
Adianta-se

Tempo
Ponteiro de segundos...
Pra quê tanto amor com hora marcada?

Tempo-burguês
Tempo-reaça
Tempo-capital
Tempo-de-classe

terça-feira, 17 de setembro de 2013

Lá no meio



Meio São Paulo, mei sertão
Meio Marx, mei Lampião
Meio Joplin, mei Gonzagão
Meio Peixes, meio Leão
Meio virtude, meio paixão



segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Entrepistas



Chuva que acaba antes de chover
Aula que acaba antes da hora
Dor que se sente e não se chora

Noite no céu sem estrelecer
Sangue que falta na veia
Aranha que para no meio da teia

Grito travado no peito
Garoto envergonhado no assobio
Menina parada no "mei" do meio-fio

Predicado não encontra sujeito
Gole de whisky engasgado
Choro nos zói entalado

Carro no meio da pista
Ponteiro no meio da contagem
Sem tempo pra meia-frenagem
Farol do outro lado se avista...